*Paulo Gastão

O termo inovação tem sido exaustivamente usado por empresas em suas propagandas e já que o dia 19 de outubro é o dia dela – da Inovação, acredito que vale a reflexão: estamos no caminho certo nessa busca por algo inovador em nossas vidas e nossas empresas?

Pra começo de conversa, que caminho é esse? Como se inova? Acredito que para inovar é preciso manter a mente sempre aberta para deixar a ideias circularem, sem preconceitos. Devemos manter a mente sempre curiosa e atenta. Quanto maior for a curiosidade e o grau de conhecimento, mais profundo ou longe você poderá chegar nessa busca.

Alguns acreditam que para ser inovador é preciso talento. Eu defendo que essa é uma habilidade adquirida. Você não precisa ser abençoado por Deus para conseguir criar soluções ou produtos inovadores. Você pode desenvolver a capacidade de inovar por meio de uma disposição infinita para exercitar o erro e o acerto, até chegar onde se deseja.

Mas para isso é preciso coragem e liberdade para arriscar, quebrar paradigmas, criar paixões e alimentá-las até vê-las crescerem e darem frutos. E ainda, não permitir que o medo impeça você de realizar.

O caminho que trilhamos em busca de inovar e surpreender é trabalhoso, exige transpiração permanente. Requer prática e persistência. É não se dar por satisfeito até que se esteja absolutamente certo de que tudo o que poderia ser feito foi, de fato, feito. E aí, quando se realiza algo realmente inovador, ah… que sensação indescritivelmente maravilhosa.

*Paulo Gastão é Ceo da PGMais.